Páginas de Navegação do Menu

Abra os Céus, Senhor!

Abra os Céus, Senhor!

A paz de Cristo! Hoje, faremos uma breve exposição da importância da água para todo organismo vivo e, logo em seguida, analisaremos o trecho em que Jesus nos oferece a água da vida, realçando a importância da presença do Espírito Santo no coração dos homens. Abaixo temos uma singela demonstração da grande importância da água aos seres humanos:

   “A água é, provavelmente, o único recurso natural que tem a ver com todos os aspectos da civilização humana, desde o desenvolvimento agrícola e industrial aos valores culturais e religiosos arraigados na sociedade. É um recurso natural essencial, seja como componente bioquímico de seres vivos, como meio de vida de várias espécies vegetais e animais, como elemento representativo de valores sociais e culturais e até como fator de produção de vários bens de consumo final e intermediário.”
Água: sem ela seremos o planeta Marte de amanhã – EMBRAPA

A partir disso, podemos perceber que o homem, em toda sua história, esteve intimamente ligado a água. Sua dependência é percebida por exemplo, através da disposição demográfica majoritária ao redor de mananciais. Podemos perceber a diversidade das religiões e dos falsos deuses que foram criados a partir de uma busca pela fertilidade e pela presença da água. Até mesmo os israelitas se desviaram diversas vezes da adoração real para buscar deuses específicos que os ‘abençoariam’ com água, o que consequentemente, traria fertilidade e fartura à nação.

No texto abaixo vemos que Jesus se encontra com uma mulher samaritana na fonte de Jacó quase à hora sexta. Estando ele bastante cansado, pede um pouco de beber a mulher que tirava água da fonte. A mesma assustada, menciona a Jesus a rivalidade entre os judeus e os samaritanos, impossibilitando-os de ter um contato amigável. Logo Jesus diz:

“Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.
Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?
És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?
Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;
Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.”
Jo 4:10-14

O romancista russo Fiodor Dostoiévski escreveu que, “existe no homem um vazio do tamanho de Deus”. Esse vazio é facilmente sentido e percebido por todos. Consequentemente o homem natural procura completá-lo, seja com sexo, dinheiro, drogas, farras, mas logo percebe que sua alegria é passageira, e brevemente torna novamente a sentir “sede”. E foi a respeito deste preenchimento passageiro que Jesus falou àquela mulher samaritana. Jesus expõe a ela que se ela soubesse quem estava à porta de seu coração, ela abriria e deixaria que o rio de vida fluísse nele.

O mesmo pode estar acontecendo conosco hoje. Talvez você leitor se encontra num dilema de busca por um preenchimento que ainda não o alcançou. E que com suas próprias forças e méritos, você não consegue encontrar completa paz e felicidade. Jesus te mostra que Ele é a água que te dá vida incessante. Que faz jorrar dentro de seu coração uma fonte de água viva, transbordando e oferecendo vida e paz aos que estão ao seu redor. Pois, a presença de Cristo não atinge um ser humano isoladamente, mas jorra e completa a todos que a buscam.

Portanto, se hoje percebemos que estamos como terra seca e que nossa oração e nosso louvor já não passam de palavras repetidas, peçamos a Deus que faça jorrar essa fonte de água viva dentro de nosso coração. E que Ele faça abrir os céus, para que Sua chuva possa descer e irrigar a nossa alma, nos fazendo transbordar em sua presença.

“Porque derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca;”
Is 44:3

Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão