Páginas de Navegação do Menu

O Chamado Missionário de Cada Cristão

O Chamado Missionário de Cada Cristão

“Pois Cristo enviou-me, não para batizar, mas para evangelizar; não com sabedoria de palavras, para que a cruz de Cristo não se faça vã. Pois a palavra da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.”  1 Co 1:17,18

Um Deus sublime, que criou o universo, que criou e deu a vida aos seres humanos, que é adorado e exaltado continuamente por seres celestiais, tomou a decisão de se esvaziar da sua glória e vir na forma humana com uma missão: resgatar e reconciliar seus filhos desviados de seu caminho. Na sua passagem pelo mundo, separou seus discípulos e os comissionou com a seguinte instrução:

“Portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado. E certamente estou convosco todos os dias, até à consumação do século.” Mt 28:19,20

E foi através deste chamado missionário que hoje cremos, que hoje horamos e hoje criamos uma página chamada Jovens Evangélicos. Mas qual o intuito disso tudo se recebermos um evangelho dinâmico e o guardarmos? De nada adiantaria, concorda? O apóstolo Paulo, no texto que usamos como referência, nos diz que Cristo não o enviou para que pregasse simplesmente palavras vãs, mas o enviou para que pregasse um evangelho de poder! Um evangelho que transforma, que cura e que liberta! Um evangelho que é o poder de Deus derramado graciosamente sobre nós! Em 2 Co 4:13 Paulo nos chama a proclamar ao mundo as boas novas: Cri, por isso falei! A fé cristã é uma fé de comunhão; tanto dos santos, quanto com Deus. Logo, não há como recebermos um espírito de amor sem o compartilhar com pessoas que carecem profundamente deste espírito. A partir disso podemos dizer com convicção que o cristão que não prega as boas novas com suas ações e/ou suas palavras é desobediente ou não foi tocado pelo evangelho. Tiago 2:26 volta a afirmar a necessidade das obras para a confirmação da fé:

Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta.”

E já posso adiantar, fé morta não gera salvação! Fé morta é fé de fariseu, é fé guardada para si mesmo, é fé caracterizada por rituais religiosos vazios, e não foi para essa fé que o Senhor Jesus nos chamou. Ele nos chamou para fazer discípulos de todos os povos, os batizar e os ensinar a sã doutrina da salvação. Portanto, meu querido irmão, viva este evangelho maravilhoso! Pois este é o chamado do discípulo. Repense sua fé! E não se envergonhe do evangelho, porque é o poder de transformação do pecador, de restauração do aflito e de reconciliação do perdido! É o poder de Deus para salvação de todo o que crê nele! Se você sabe que existem pessoas se perdendo e conhece o meio de salvá-las, não fique parado! Ponha em prática o chamado missionário que Jesus te fez!   Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão