Páginas de Navegação do Menu

Check-Up do Coração

Check-Up do Coração
Os fariseus da época de Jesus haviam dominado as técnicas da religião exterior, ao passo que ignoravam o fato de que seu coração estava longe de agradar a Deus. Uma vez que o coração é o lugar onde o Senhor se encontra conosco e onde reside, nada poderia ter sido mais revoltante para Cristo. É por isso que Jesus passou grande parte de seu tempo desmascarando, às vezes com palavras duras, a duplicidade da vida daqueles homens. Ele chamava a rigorosa disciplina religiosa deles de uma demonstração pública egoísta de falsa piedade, motivada pelo orgulho. Também condenava suas orações exibicionistas:
O fariseu em pé, orava no seu íntimo: Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros, nem mesmo como este publicano. Lucas 18:11
Suas obras religiosas realizadas para serem vistas pelos homens, suas contribuições cheias de ostentação e a recitação de orações visando ao elogio pessoal ( Mt 6:1-5). Cristo sabia que a justiça deles era simplesmente uma plataforma para seu orgulho, acariciando de maneira tão apaixonada que acrescentavam leis cada vez mais detalhadas para parecerem ainda mais justos ( o que, é claro, lhes proporcionava enorme prazer).
Nossa condição espiritual é medida primeira e fundamentalmente por nosso coração, não por nossos hábitos! Enquanto os fariseus ouviam de perto, Jesus disse certa vez a multidão:
O que sai do homem é que o torna ” impuro”. Pois do interior do coração dos homens vem os mais pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez. Todos esses males vêm de dentro e tornam o homem “impuro”. MC 7:20-23
Como nosso coração se tornou tamanho depósito de lixo tóxico da corrupção pessoal e relacional?
Sabemos que fomos criados para um propósito que encontra sua fonte em Deus. Também recebemos as energias intrínsecas do prazer, do orgulho e da paixão, a fim de que essas forças poderosas possam nos levar à plena satisfação de um relacionamento desembaraçado com o Senhor, à imagem de quem fomos criados. Originalmente, nosso propósito era encontrado num relacionamento com ele, nosso prazer estava nele e vinha dele, nosso orgulho se concentrava nele, e nossas paixões ansiavam por ele. Isso estimulava nossos lábios a louva-lo e nosso coração a se humilhar.
Com base nisso, poderíamos espontaneamente declarar a glória divina. Então o pecado entrou e arruinou esse cenário, deixando a humanidade morta para Deus. O pecado nos separou totalmente da fonte do propósito, e fomos deixados sozinhos para tentar encontrá-lo longe do Senhor. Nas escrituras, esse estado decaído do coração é chamado de ” carne” e nossa busca equivocada por prazer, orgulho e paixão costuma ser descrita como nossos “desejos”. Ele inevitavelmente nos leva a tristeza e à perda!
O arrependimento e a perda acontecem porque a louca busca por propósito só pode ser satisfeita naquele que nos criou e que nos oferece a verdadeira satisfação.
Portanto, que a cada dia busquemos satisfazer nosso orgulho, nossos anseios e nossos sonhos no lugar onde eles realmente podem ser preenchidos: no coração de Deus!

Joseph Stowell – Bíblia de Estudos: Desafios de Todo Homem

Graça e Paz, meus irmãos!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão