Páginas de Navegação do Menu

Emanuel é Deus Contigo!

Emanuel é Deus Contigo!

“Falai aos filhos de Israel, e dizei-lhes: Qualquer homem que tiver um fluxo que sai do seu corpo, será imundo por causa do fluxo.
Todo aquele tocado pelo que tem o fluxo, sem que este tenha lavado as mãos em água, lavará as suas vestes, se banhará em água, e será imundo até à tarde.”
Ex. 15: 2,11
“Aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, imundo será sete dias.”
Nm 19:11

O profeta Isaías ao ser tomado por Deus revelou ao povo de Israel que o Senhor iria dar-nos um sinal em que a virgem conceberia e daria à luz um filho, cujo nome é Emanuel, que significa Deus Conosco.

Ao ler isso no versículo 23 do primeiro capítulo de Mateus me sinto bastante emocionado, pois mostra a verdadeira face do amor de Deus: proximidade. Foi através desse amor que Cristo deixou toda sua glória, todo o seu resplendor, toda a sua grandeza e adquiriu a forma de homem para simplesmente reatar a relação de proximidade que Adão havia descartado.

Essa atitude de Jesus mostra o quanto Ele gosta de ter contato com o ser humano. Ainda que a raça humana seja corrompida, suja e devastada pelo pecado, ele se humilhou para que pudéssemos nos aproximar dele novamente. Não é magnífico? O Grande Deus puro e santo, adquirir a forma de homem, e caminhar com os impuros, simplesmente por amá-los.

A partir disso, podemos ler a Lei de Deus a respeito da pureza física e analisar a conduta de Jesus. A Lei diz que qualquer que for tocado por alguém que tenha fluxo deverá se banhar, lavar suas vestes e será considerado impuro até o final da tarde. Porém, havia uma mulher corajosa que arriscou perder sua vida por deixar alguém impuro, e tocou o mestre Jesus que no momento estava cercado por seus seguidores (muita coragem, não!?).

“Certa mulher, que havia doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegou por detrás dele e tocou a orla do seu manto.
Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem bom ânimo filha, a tua fé te salvou. E desde aquele momento a mulher ficou sã.
Chegando Jesus à casa daquele chefe e vendo os tocadores e o povo em alvoroço, disse:
Retirai-vos, que a menina não está morta, mas dorme. E riram-se dele.
Depois que o povo foi posto fora, entrou Jesus e tomou a menina pela mão, e ela se levantou.” Mt 9:20,22,23-25

Isso somente confirma a profecia de Isaías que dizia que viria o filho de Deus, chamado Deus Conosco. Pode-se ver que nesse pequeno trecho haviam duas situações de impureza: uma mulher com fluxo e uma menina morta, mas nos dois casos, houve o contato físico de Cristo com os impuros. Pela Lei, Cristo deveria ser considerado impuro, mas, além da rigidez da Lei imperou o Amor, que além de manter a pureza de Cristo, purificou aqueles que antes estavam em um estado de desconsolo!
Assim também agiu o pai do filho pródigo que, não importando se o filho ainda estava sujo ou fedendo a porcos, abraçou-o e beijou-o pois o amor que do pai pelo filho é infinitamente maior que o anseio pela “pureza”.

Talvez hoje você esteja como os exemplos citados, onde, tanto você quanto as pessoas que te cercam se sentem desconfortáveis com sua situação, e por muitas vezes se afastam de você. Mas, tenha em mente, que o Senhor Jesus Cristo é um Deus de proximidade e contato. Independentemente de sua situação atual, tenha a coragem de se aproximar dele, porque Ele te ama e anseia por te abraçar, te beijar, te dar novas vestes e colocar um cântico novo em sua boca!

Porque Emanuel é Deus Contigo!

 

Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão