Páginas de Navegação do Menu

Estou sendo julgada: o que fazer?

Estou sendo julgada: o que fazer?

Um dos males inatos do ser humano é o fato de julgar outras pessoas. Sempre fazemos isso, por mais que não tenhamos a intenção de “falar mal”, mas sempre fazemos uma análise de outras pessoas de acordo com nossas percepções. O problema acontece quando as outras pessoas passam a nos julgar – e pior, espalham acusações a nosso respeito.

Nós não somos perfeitos, nunca seremos. Somos falhos e o pecado está em nós desde Adão e Eva, o que nos leva a cometer erros, errarmos o alvo e termos deslizes perante Deus e às pessoas que estão ao nosso redor. Tomamos atitudes que magoam nossos amigos, familiares e, depois, percebemos o quanto estávamos errados. Mas, como diz o dito popular: é errando que se aprende – isso se chama “experiência”.

Mas tem aqueles momentos da vida em que alguém claramente nos acusa, chega para nós e fala “Você fez tal coisa, isso foi horrível e errado. Você não pode falar nada porque fez coisa pior” ou “Ah, a santinha fez isso, foi?” e outros termos pejorativos que não colocarei aqui. Acusações que nos entristecem e nos fazem pensar que Deus também está nos acusando e irá nos castigar terrivelmente por isso. Palavras que nos machucam, que nos fazem sentir como se estivéssemos em um inquérito sendo julgados por muitas pessoas que só mostram nossos erros.

Eu estava meditando nessas coisas quando li a carta do apóstolo Paulo aos Romanos, onde ele fala sobre a lei, pecado e graça. E ele mesmo afirma:

“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.

Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.” (Romanos 8:1-4)

O que ele quer dizer com isso? Não importa aonde erramos, quando pecamos e o que fizemos de errado que entristeceu a Deus e outras pessoas. Se verdadeiramente nos arrependermos de nossos erros, ninguém poderá nos acusar ou julgar, pois Deus já nos perdoou. É Cristo quem nos justifica perante Deus, e isso foi feito na cruz quando Ele derramou seu sangue para nos purificar.

Ok! Deus me perdoou, isso significa que posso fazer o que quiser que sempre serei desculpado? Não é bem assim! Segundo Paulo, temos que andar segundo o Espírito e não segundo a carne, ou seja, temos que fazer a vontade de Deus em nossas vidas, seguir o que a Bíblia nos ensina e procurar não cairmos nas tentações que nossa natureza humana nos imputa a fazer. Como conseguimos isso? Estando em comunhão com Deus, buscando-o em oração, jejum, meditando em sua palavra, louvando…. e guardando sua palavra em nosso coração!

“Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.

Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.

Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?

Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.

Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.

Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,

Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8:33-39)

Não se preocupe com o que as pessoas dizem a seu respeito, pois a opinião que realmente importa é a de Deus. Todos nós erramos, mas somente Deus pode nos julgar. Se arrependa de seus erros, busque a vontade de Deus e Ele te perdoará!

 

Deus os abençoe.

Sou formada em jornalismo e gosto muito de escrever. Uso esse dom que Deus me deu para estudar a palavra dEle e levá-la aos que necessitam. Aquele que começou a boa obra em mim a aperfeiçoará até o Dia de Jesus Cristo!

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão