Páginas de Navegação do Menu

A FIDELIDADE DE DEUS: VOCÊ PRECISA EXPERIMENTAR!

A FIDELIDADE DE DEUS: VOCÊ PRECISA EXPERIMENTAR!

Nos tempos em que Assuero era Rei, relata-se no primeiro capítulo do livro de Ester, sobre a rejeição do Rei à sua esposa Vasti. Por este motivo, Assuero mandou espalhar cartas por todas as províncias para que ele pudesse escolher sua nova esposa/rainha. Os requisitos ditos eram que as moças fossem virgens e de boa aparência e formosura.

Na cidadezinha de Susã existia então um homem chamado Mordecai ou Mardoqueu que criava sua sobrinha Ester, seus pais haviam morrido desde então, ele a tomou como filha. Dentre todas as moças, Ester chamou atenção do Rei Assuero, que no primeiro olhar já amou Ester (Cap. 2:17) só tinha um porém na vida dessa bela moça, ela não podia dizer que era Judia, ela não podia demonstrar seu amor e fidelidade à Deus!

Antes de falar diretamente sobre Ester, quero abrir uma aspas para o seu tio, no capitulo 3 relata sobre ele ter sido odiado por um dos servos do Rei Assuero, que conseguiu então que todos se prostrassem diante dele por uma mentira inventada pelo mesmo, que enganou o Rei, Hamã era o nome dele. Mordecai então no dia em que ele reuniu a todos da província para se prostrarem diante, Mordecai não se prostrou, e demosntrou sua fé! E então Hamã descobriu que Mordecai era Judeu, e mandou cartas para que eliminassem todos os judeus. E a própria forca que seria usada para matar Mordecai, foi a mesma que matou Hamã. (Cap. 7)

Queridos, quantos de nós estamos tendo que nos calar diante tantas catástrofes no mundo, tantas injustiças e pessoas que fazem com que tenhamos até vergonha ou medo de pronunciar nossa fé em Cristo?! Quero te dizer que, desde antes de você e eu virmos ao mundo, as dificuldades já coexistiam e nem por isso nossos heróis na fé deixaram se abalar pelas mesmas.

Ester, perseverou, agiu no tempo certo, orou, jejuou, tomou a decisão, fez o pedido e foi abençoada. (Cap. 4) Ester não negligenciou sua fé e crença, o decreto era para eliminar todo o povo judeu, imagine-se em um lugar onde você não pudesse revelar sua crença e muito menos proferir que servia a um Deus que para muitos era inexistente?!

O que me chama mais atenção no livro de Ester, é que em nenhum momento é escrito em palavras claras o nome de Deus, isso é incrível. Ester foi um exemplo para todos daquela época e continua sendo até hoje, ela não gritou, ela não questionou o “porque” dela estar naquela situação. Muito pelo o contrário, até mesmo as camareiras do palácio jejuaram e oraram com ela por 3 dias, isso tudo por ATITUDES DE CRISTÃ. Aprendemos com Ester muitas coisas, e, sobretudo o poder da oração para o agir da fidelidade de Deus para conosco.

Diante de todos esses relatos, podemos refletir e nos perguntar:

O inimigo de nossa alma tem nos afrontado, ou nos derrotado?! Com qual força iremos vencer?! (Efésios 6:10 “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.”)

Então eu oro por você que está sendo guiado pelo Espírito Santo de Deus a ler este texto, para que você seja determinado, seja ousado, dependa TOTALMENTE de Deus e principalmente aceite aquilo que Ele te deu em suas mãos para fazer, faça com excelência, se Ele te determinou, você é capaz.

Deus te abençoe!

Salmos 28:7 “O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; assim o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei.”

"Sou uma simples serva e adoradora do nosso Senhor Jesus Cristo, 21 anos, estudante de Educação Física, futura formanda 2015/02, vivendo e aprendendo com as experiências concedidas pelo Espírito Santo!"

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão