Páginas de Navegação do Menu

Independência e Morte!

Independência e Morte!
“Pois todas as coisas foram criadas por Ele, e tudo existe por meio dele e para Ele. Glória a Deus para sempre! Amém!”       Rm 11:36
        Escrevo hoje à página Jovens Evangélicos (JE) cujo lema é “Criados por Ele e para Ele” que é um trecho referente ao nosso versículo base. Este lema, não se refere especificamente aos integrantes da organização da página, tão pouco aos colunistas, mas sim, se trata dos jovens evangélicos no total e abrange você! Portanto, a partir disso, chamo sua atenção à observância sincera do seu caminhar em relação a este versículo.
        A INDEPENDÊNCIA é algo que permeia o campo de desejos de qualquer indivíduo, seja no contexto singular ou no social. Individualmente, estamos em uma fase bastante perigosa, pois é o momento que iniciamos a vivência da liberdade ocasionada pela conquista da tão esperada independência dos nossos responsáveis. E o jovem muitas vezes se perde justamente pelo desejo de fazer o que quiser sem ter alguém para o advertir. Esse desejo é uma característica natural do ser humano. Tanto isto é verdade que esteve presente em Adão que pecou contra Deus pelo desejo de ser independente. Consequentemente, fomos separados de Deus e desconectados dessa fonte de vida eterna. E por isso, experimentamos a morte!
        Este fato não está restrito a Adão, pois mesmo depois de Cristo morrer na cruz para nos religar a Deus, ainda lutamos para sermos independentes Dele. No entanto, é um erro gravíssimo que cometemos. E por isso Jesus nos advertiu:
” Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada.”       Jo 15:5
        Jesus disse isso porque conhece o nosso interior. Ele sabe que sempre que obtemos uma promoção, nos damos bem nas provas ou vencemos algum obstáculo, saímos como jogadores de futebol batendo no peito e mostrando que “aqui tem raça”. Sempre que nos damos bem, começamos a observar o quanto fortes e capazes somos e passamos a nos admirar. E acabamos por colocar em segundo, aquele que merecia o primeiro lugar na nossa vida!
       Então, somente no momento que as ondas vem com uma força tão grande que começam a engolir o frágil barco de nossas vidas, percebemos o quão fracos e incapazes somos, e clamamos a Deus por socorro. É no momento que percebemos nossa impotência em meio as dificuldades que quebramos nosso orgulho, diminuímos nosso ego, e admitimos que só Deus é o Senhor! Isso pôde ser visto na oração de Jeosafá, rei de Judá:
” Ó nosso Deus, não os julgarás? Pois em nós não há força perante esta grande multidão que vem contra nós. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos estão postos em ti.”       2 Cr 20:12
        Logo, podemos entender o motivo pelo qual Jesus exortou aqueles discípulos a serem como as criancinhas. Pois a criança tem uma relação de dependência total ao seu responsável, e é dotada de uma inocência tão grande que impede que seu ego cresça!
        Portanto, nosso desejo é que sejamos como as crianças: inocentes, puras e reconhecedoras que somos totalmente dependentes de Deus. Porque essa relação de dependência total a Deus é um quesito crucial da salvação: FÉ.
Tenha em mente que você é um jovem CRIADO POR ELE e PARA ELE. E se for para ser independente de algo, que seja de você mesmo!
” Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se deu a si mesmo por mim.”       Gl 2:20
Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão