Páginas de Navegação do Menu

O Semeador

O Semeador

“O que semeia, semeia a palavra.

Os que estão junto ao caminho são aqueles em quem a palavra é semeada. Tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás, e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.

Da mesma sorte os que recebem a semente em solo rochoso, os quais, ouvindo a palavra, logo com prazer a acolhem.

Mas não tendo raiz em si mesmos, são de pouca duração. Sobrevindo a tribulação ou a perseguição por causa da palavra, imediatamente se escandalizam.

Os outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra, mas os cuidados deste mundo, os enganos das riquezas, e as demais ambições, entrando, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera.

Os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um.” Mc. 4:14-20

 

Olá, meus amigos leitores! Hoje gostaria de trazer um trecho da fala de Jesus na beira da praia do Mar da Galiléia, onde ele inteligentemente comparou os tipos de corações humanos com os tipos de solos para o cultivo de certo tipo de semente.

 

A parábola do semeador já é explicada por Jesus e não carece de mais nenhuma modesta explicação de nossa parte. No entanto, é interessante relembrarmos e atentar-nos para os pontos distintos pelo Mestre e, a partir disso, analisar em qual das situações nos enquadramos.

 

Na época da vida de Cristo na Terra era comum a grande parte dos ouvintes de Jesus o processo da plantação, então Jesus falava de um modo bem claro nesta situação. O semeador comumente carregava as sementes na orla de suas vestes e distribuía-as no campo preparado. Assim que o lançamento fosse concluído, ele arava a terra para que as sementes fossem cobertas pelo solo de modo que as aves não as comessem. No entanto, algumas sementes poderiam cair fora do caminho, e assim, ficavam vulneráveis e as aves a tragavam. Outra parte poderia cair em meio às pedras e não teria solo suficiente para que se firmassem e frutificassem. A terceira parte poderia cair entre os espinhos e ervas daninhas, que sufocavam e matavam aquela planta. E, as que caíam no campo preparado eram cobertas pelo solo, se aprofundavam e conseguiam suportar várias intempéries, produzindo frutos e novas sementes para que o processo fosse renovado e novas plantas pudessem ser geradas.

 

E então? Nos identificamos com algum tipo de solo exposto por Jesus? A semente que caiu fora do caminho representa pessoas que ouvem a palavra, mas acabam deixando que o inimigo a retire de sua vida, deixando novamente a sequidão e a morte que assolavam aquelas vidas antes que a semente fosse lançada. Portanto, devemos tomar cuidado para que o Inimigo não retire o primeiro amor que um dia brotou em nosso coração! Devemos tomar cuidado para que a semente do evangelho seja constantemente protegida para que não seja arrancada pelas mentiras tentadoras de Satanás.

 

A parte que caiu entre as pedras representa pessoas que ouvem a palavra e a aceitam com prazer. No entanto não conseguem dar continuidade àquele chamado do Evangelho porque não conseguem encontrar raízes para se firmar e então, acabam morrendo queimadas pelo sol. A partir deste exemplo vemos a importância de uma igreja acolhedora. Pois a igreja que abriga sementinhas que estão brotando dá sustentação e firmeza para que elas possam continuar crescendo e se fortalecer no evangelho do Reino. Portanto, que sejamos acolhedores e facilitadores do desenvolvimento espiritual de pessoas que iniciam a caminhada da salvação conosco e que não as deixemos ao ermo e sozinhas, porque esta é a fase mais delicada do crescimento espiritual. E para que entendamos que este é o verdadeiro propósito da Igreja de Cristo!

 

A outra parte caiu entre os espinhos e ervas daninhas e acabou sendo sufocada e também não conseguiu se firmar. Esta parte representa pessoas que ouvem a palavra e a aceitam, mas não podem se entregar a ela, pois antes existem muitos afazeres e preocupações e muitas metas a serem alcançadas, logo, acabam sendo sufocadas e não produzem frutos para o Reino.

 

Mas existe outra parte que caiu em terra boa e não foi interrompida pela ação do Inimigo, conseguiram aprofundar suas raízes e não deixaram que as preocupações e afazeres deste mundo influenciassem em sua caminhada com Deus, porque sabiam que, assim como diz na palavra de Deus, todo o resto lhe seria acrescentado, então buscaram primeiramente a vontade de Deus e o propósito do seu Reino e, por sinal, produziram muitos frutos. E foi através dessa parte que frutificou durante séculos e séculos, que o evangelho chegou até você! E assim, hoje você tem a oportunidade de estender o evangelho a outras vidas para que a graça de Deus possa ser conhecida por todos!

 

Portanto, escolha hoje que tipo de solo quer se tornar, pois a semente foi lançada, e logo a colheita será feita!

 

Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão