Páginas de Navegação do Menu

O Sujo e o Mal Lavado

O Sujo e o Mal Lavado

“Então será que nós, os judeus, estamos em melhor situação do que os não judeus? De modo nenhum! Já mostrei que todos, judeus e não judeus, estão debaixo do poder do pecado. Como dizem as Escrituras Sagradas:

‘Não há uma só pessoa que faça o que é certo; não há ninguém que tenha juízo; não há ninguém que adore a Deus. Todos se desviaram do caminho certo, todos se perderam. Não há mais ninguém que faça o bem, não há ninguém mesmo.’” Rm 3:9-12

Paulo, um homem nascido em Tarso, destacada cidade da Cilícia. Filho de hebreus, instruído pelo erudito fariseu Gamaliel, versado em grego e hebraico, conhecedor das Escrituras, circuncidado e ‘aprovado’ pela Lei de Deus, no entanto, perseguidor da Igreja de Cristo.

Este homem citado acima se dirigia à cidade de Damasco para aprisionar cristãos para serem julgados pelo Sinédrio. Mas, no meio do caminho aconteceu algo que mudou a história de muitos cristãos. Jesus se revelou a ele numa luz que o cegou e o comissionou para ser servidor e testemunha das coisas que já tinha visto e ainda veria. Então Paulo foi despertado a servir e viver por amor a Cristo, levando o evangelho às pessoas que eram “excluídas” pela Lei, trazendo-as de volta a Vida.

Através disso, Paulo foi tocado pela Graça de Deus, que o mostrou o quanto ele era sujo, e o quanto não merecia o amor de Cristo. Por isso ele escreve aos romanos esse trecho que lemos. E foi exatamente por isso que fomos alcançados. Foi pela Graça de Deus, e não porque somos pessoas que fazem o que é certo, mas sim, porque fazemos o que é errado, porque somos pecadores.

Por isso, devemos nos atentar para o íntimo do nosso coração. Pois muitas vezes olhamos as pessoas “do mundo” e as vemos como impuras e pecadoras, ou pessoas que podem nos contaminar. E ao mesmo tempo olhamos pouco para nós mesmos como impuros e pecadores. Ao fazermos isso estamos nos justificando; afirmando que através de nós mesmos somos salvos e que não necessitamos de um Salvador. Consequentemente estamos impedindo que vidas sejam alcançadas e tocadas pelo evangelho.

Então Paulo cita o trecho das Escrituras Sagradas onde Deus revela que aos olhos de sua Justiça não há ninguém que faça o que é certo e que tenha juízo. E é por isso que necessitamos de Cristo. Porque através Dele temos comunhão com Deus, não porque somos merecedores, mas porque alguém que não errou se dispôs a pagar o preço pelos nossos erros.

Por isso Jesus nos diz em Mt 7:4 que antes de observarmos o cisco no olho do nosso irmão devemos tirar a trave que há no nosso olho, e que antes de observarmos os pecados das outras pessoas, devemos olhar para nós mesmos e perceber o quanto somos sujos e o quanto necessitamos do perdão de Deus. Ao revelar isso às pessoas que queriam apedrejar a mulher adúltera, elas deixaram suas pedras e foram embora arrependidas.

Portanto, nosso desejo é que vivamos pelo amor de Cristo, amando e ajudando uns aos outros, tendo consciência de que em nada somos melhores que ninguém. Mas é através da Graça de Deus que somos alcançados e libertos tanto do pecado quanto da hipocrisia. E é isso que nos traz de volta a Vida, para anunciarmos que Cristo salva!

“Mas ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: ‘Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes’.” Tg 4:6

Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão