Páginas de Navegação do Menu

Porção Dobrada

Porção Dobrada

“Havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que te faça, antes que seja tomado de ti. Disse Eliseu: Peço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim.”      2 Rs 2:9

Neste último sábado, 29 de março de 2014, estive ministrando uma palavra em Aparecida de Goiânia – GO.  O Espírito Santo me tocou a falar sobre o não contentamento e a busca constante de uma porção maior do Espírito de Deus. E portanto, o texto abaixo será um resumo desta ministração, cujo tema é Porção Dobrada.

” Acredito que o ‘contentamento’ seja o principal inimigo do ‘desenvolvimento’. Seja profissionalmente, mentalmente, fisicamente ou espiritualmente. Pois sempre que uma pessoa se contenta com sua situação, há uma queda em seu desenvolvimento. E quando decidimos permanecer na zona de conforto, nosso aprendizado e nossa melhoria são decrescidos ao ponto de desaparecerem, e por consequência, nos limitamos ao nível raso que estamos, nos impedindo de vivenciar algo mais profundo.

Na minha opinião, o mal deste século está baseado no que disse anteriormente: na superficialidade, ou por que não dizer, na futilidade das pessoas. A cada dia que se passa podemos perceber o quanto a população está se tornando fútil e superficial. Isto é perceptível nas músicas que fazem sucesso, que estão cada vez mais triviais, direcionando-se cada vez mais à sexualidade e as letras cada vez mais idiotas e banais. Muitas das músicas tem apenas algumas frases que são constantemente repetidas, e muitas vezes, frases que não tem nenhum sentido como ‘Tchê re tchê tchê”, “Lepo Lepo”, dentre outras milhares. Podemos perceber a mesma superficialidade na mídia, no humor, nas redes sociais, etc.

A cada dia que se passa a massa populacional está se tornando mais banal, mais limitada intelectualmente, mais irracional. Assim o digo com toda convicção pois presencio isso nas ruas, nas escolas e até mesmo na igreja. Os jovens estão cada vez mais dependentes das redes sociais (facebook, twitter, instagram, etc) e dos meios de comunicação, seja SMS, Whatsapp, Skype, e tantos outros. Para fazer prova disso, experimente um dia, propor a um desses jovens ficar sem o seu ‘bendito’ celular, que presenciará a veracidade do que digo. Em contraposição a isso, Paulo nos diz na carta aos Romanos:

” E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”       Rm 12.2

Paulo nos chama a atenção a não nos conformar com as coisas terrenas, com as coisas visíveis, mas sim, a transformarmos as nossas mentes, e renovarmos esse nosso cabeção para que não vivamos superficialmente e para que não sejamos fúteis. E consequentemente, experimentaremos a boa, agradável e a perfeita vontade de Deus para nossas vidas.

Quantas vezes estamos trocando nossa espiritualidade por coisas terrenas assim como fez Esaú? Quantas vezes passamos horas conversando no Whatsapp, ou no Facebook, ou navegando na internet procurando se socializar com as pessoas, enquanto não temos tempo para nos relacionar com a graciosa pessoa do Espírito Santo? Quantas vezes nosso tempo é desperdiçado com coisas visíveis, enquanto o Senhor espera para nos revelar as coisas invisíveis através de um contato com Ele?

Acredito que este seja um dos fatores principais que limitam a vida espiritual dos jovens atualmente. E são esses mesmos jovens que vão aos cultos nos finais de semana esperando algo sobrenatural da parte de Deus, mas durante a semana estão ‘AFOGADOS’ na superficialidade e na futilidade de suas vidas.

Portanto, o convite que nos é feito através da palavra de Deus é que busquemos a presença maravilhosa do Espírito Santo todos os dias. E que nos desapeguemos  das coisas terrenas, pois estas são passageiras. E nos apeguemos às coisas espirituais, que são eternas. Para que não nos contentemos com um relacionamento rotineiro e religioso com Deus, mas sim, que busquemos a maior profundidade do relacionamento com Ele que pudermos alcançar.

Então, que façamos assim como fez Eliseu, que não se contentou com um nível raso de espiritualidade, mas pediu PORÇÃO DOBRADA do Espírito Santo sobre sua vida!”

“Pois derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o meu espírito sobre a tua  posteridade.”     Is 44.3

 

Graça e Paz!

Meu desejo é ser um engenheiro, pastor e pregador abençoado e segundo o coração de Deus! Cristão desde criança, sempre buscando conhecer a Bíblia e aprender mais sobre Deus. Meu prazer sempre foi estudar a palavra de Deus e compartilhar o que aprendi. A partir disso, tive a oportunidade de ser colunista. Vi isso como uma forma de ser um instrumento de evangelização através dos meus textos. Espero que o nome de Jesus seja glorificado através do trabalho dos JOVENS EVANGÉLICOS (JE).

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão


  • Wendell Christian

    Ótimo texto meu irmão! Nos faz perceber que ao mesmo tempo que a sociedade avança em meios tecnológicos, ela está caindo em racionalidade, os jovens tem centenas de “amigos” em suas redes sociais mas não conseguem demonstrar amor a nenhum deles. Que possamos ser confrontados a buscar sem cessar mais profundidade em Deus!

    • Jonatas Rosa

      Com toda a certeza Wendell! Os relacionamentos estão se generalizando a níveis rasos. Devemos buscar a profundidade nos relacionamentos, tanto com Deus, quanto com as pessoas.

  • Ana Paula Lima

    Texto que confronta os valores impregnados na sociedade moderna, bem como a forma de relacionamento superficial criada! De fato, precisamos mergulhar mais fundo nas águas do Espírito e sair imediatamente dessa vã maneira de viver, na qual as pessoas têm se atrofiado tanto espiritual quanto intelectualmente.