Páginas de Navegação do Menu

Reconhecendo nossos erros

Reconhecendo nossos erros

Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.
Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares. Salmos 51:3-4

Muitas vezes em nossa vida cometemos erros, principalmente quando somos jovens e não temos muita experiência de vida. E na maioria das vezes não admitimos isso. Achamos que sempre estamos com a razão e que fazemos a coisa certa, quando na verdade nosso orgulho e inexperiência não nos deixa ver que estamos agindo errado. Porém conforme o tempo passa, vamos amadurecendo e passamos a ver as coisas de uma forma diferente. Vemos os resultados de nossas ações e só aí é que enxergamos quando e como erramos.

Mas tem uma coisa muito difícil de se fazer: reconhecer o erro. Dizer com todas as letras: eu errei. Seja contra um irmão ou contra Deus, é difícil admitirmos de que poderíamos ter agido de outra forma.

Na história de José, quando ele foi eleito governador de todo o Egito, vemos seus irmãos indo até ele pedir ajuda mas não o reconhecem, e ele os faz passar por um pequeno “teste” para analisar se o caráter deles havia mudado depois de o venderem como escravo. Como eles acreditavam que José havia morrido, a Bíblia relata que ele sentem culpa e reconhecem o que fizeram contra ele:

Então disseram uns aos outros: Na verdade, somos culpados acerca de nosso irmão, pois vimos a angústia da sua alma, quando nos rogava; nós porém não ouvimos, por isso vem sobre nós esta angústia. Gênesis 42:21

Em outra história, a Bíblia relata que o filho pródigo “caiu em si” quando estava comendo da comida dos porcos, e reconheceu que se estivesse na casa de seu pai, tudo seria diferente. E ele foi até seu pai e reconheceu que pecou contra Deus e contra o pai e obteve o perdão.

Os católicos têm o costume de “se confessarem” com seus padres, mas na verdade eles confessam o pecado, mas não significa que param de praticar o pecado. Eu penso que quando “caímos em si”  e reconhecemos nossos erros perante Deus vamos muito além do que uma confissão – nós paramos de cometer os erros. Deus nos conhece e sabe tudo o que fazemos e ele quer de nós muito mais do que uma simples confissão. A partir do momento que temos consciência de que estamos agindo fora da vontade de Deus, passamos a mudar nossas atitudes. O Rei Davi disse:

Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Salmos 51:9-11

Sei que em nossa vida vamos sempre cometer erros pois somos pecadores e falhos, mas o que Deus quer de nós é que reconheçamos nossos erros e peçamos perdão à Ele. Só assim, com seu infinito amor, ele nos perdoará e nos dará forças para seguir nosso caminho com a consciência tranquila e a presença do seu Espírito Santo em nós. Não tenha medo de reconhecer que errou: Deus busca corações sinceros e arrependidos.

Deus abençoe!

 

Sou formada em jornalismo e gosto muito de escrever. Uso esse dom que Deus me deu para estudar a palavra dEle e levá-la aos que necessitam. Aquele que começou a boa obra em mim a aperfeiçoará até o Dia de Jesus Cristo!

     
  Receba nossas novidades diretamente em seu email  
     
   
     


Comente com o Facebook

commentários



Ou use o nosso sistema padrão